Doctor Who Symphonic Spectacular: uma experiência audiovisual além do tempo e espaço!

dest-Doctor-Who-Symphonic-Spectacular

Doctor Who Symphonic Spectacular: uma experiência audiovisual além do tempo e espaço!

*Matéria de Tati Oldfield exclusiva para o Doctor Who Brasil

Com a volta de Doctor Who à TV em 2005, um dos elementos do programa que não foi esquecido foi o papel da trilha sonora na série e o processo de composição. Na série clássica (1963 – 1989), a música tinha um papel mais incidental, como pano de fundo do que uma trilha sonora propriamente dita, e era de responsabilidade do icônico grupo de músicos da BBC Radiophonic Workshop, com destaque para Delia Derbyshire, a criadora do tema da série.

16385251096_3e6a68d2c2_k
Peter Davison, o 5º Doutor, apresentando o show na Austrália

Quem é responsável pela trilha sonora da série atual é o inglês Murray Gold, premiado compositor de trilhas sonoras para a TV britânica, escolhido por Russell T. Davies. Atualmente, a trilha sonora é feita pela BBC National Orchestra and Chorus of Wales, sob o comando do maestro/compositor/arranjador inglês Ben Foster.

O conceito original da Doctor Who Symphonic Spectacular (ou DWSS) é celebrar a trilha sonora da série no palco numa experiência audiovisual para toda a família, além de trazer a música clássica para novos públicos que não estariam normalmente expostos ao estilo.

O projeto é uma variante da Doctor Who Prom, evento que fez parte do tradicional festival de música clássica BBC Proms (que acontece anualmente no famoso Royal Albert Hall em Londres) nos anos de 2008, 2010 e em 2013 (como parte da celebração dos 50 anos da série).

Assista aos vídeos do BBC Proms 2013 com Matt Smith e Jenna Coleman!

A primeira performance da DWSS aconteceu em 2012 na Austrália, com sucesso de público. No palco, houve participação da Alex Kingston (River Song) e Mark Williams (Brian, o pai do Rory) como apresentadores do show. Vale lembrar que a Austrália é um país que sempre acompanhou DW desde o começo da série, com um público bastante fiel até os dias atuais.

16385293786_d237cdbe7b_k

A partir de 2014, a turnê australiana/neozelandesa está sob o comando do 5º Doutor, Peter Davison. Este ano, o show passa pelo Reino Unido, nas cidades de Londres, Leeds, Newcastle, Birmingham (Inglaterra), Cardiff (País de Gales) e Glasgow (Escócia) entre os dias 23 a 29 de maio de 2015.

Para os fãs que podem desembolsar um pouco mais para adquirir o kit Doctor Who Ultimate Fan, dá para prestigiar um evento especial com entrevistas com os criadores da DWSS, o maestro Ben Foster e sessão de perguntas/respostas com o Peter Davison, sempre um dia antes dos shows.

O que esperar da DWSS? O foco principal é na trilha sonora da série nova (2005 – atualmente), mas tem um medley para homeagear as músicas mais marcantes da série clássica também! E para acompanhar a música, um telão no fundo mostra imagens da série que se encaixam perfeitamente com a música sendo executada ao vivo pela orquestra e coral.

16246835120_506111d2fa_k

O mais bacana é a presença dos famosos monstros da série visitando o público presente no meio da galera… imagina se de repente aparece do nada um Cyberman ou um Silence bem na sua frente? E o público presente vai à loucura!

Setlist dos shows da DWSS em 2015 – turnê Austrália/Nova Zelândia:

A Good Man?
Wherever, Whenever (Anywhere in Time and Space)
The Doctor’s Theme/Song of Freedom
The Companions
To Darkness (aka First There Were Daleks)
The Dark and Endless Dalek Night
Last Christmas Suite
All The Strange, Strange Creatures
The Impossible Girl
66 Seconds
The Pandorica Suite
Abigail’s Song
Fifty – This is Gallifrey
Death in Heaven Suite
Vale Decem
Doctor Who Theme

Depois de dar uma panorama sobre a DWSS, será que algum dia dia poderemos pensar em ver os shows em terras brasileiras para a alegria dos fãs? Eis uma lista de motivos:

– O sucesso da Doctor Who World Tour no Rio e do estande com produtos oficiais de Doctor Who na Comic Con Experience mostrou o quanto a série cresceu no Brasil, com uma base de fãs bem dedicados à série em todos os sentidos.

– A World Tour passou com muito sucesso também pelos EUA e México, dois mercados que têm uma base de fãs bem sólida. Imagine uma turnê conjunta englobando os 3 países ou mais, no mesmo esquema das turnês de grandes artistas internacionais que visitam o Brasil?

A volta da série à TV Cultura em 2015, ampliando a presença além da TV paga com a BBC HD

Os lançamentos em DVD das primeiras 4 temporadas, o especial de 50 anos The Day of the Doctor e An Adventure in Space and Time.

– O uso de orquestras/coro/atores locais, o que ajuda e muito a viabilizar o evento. Num país grande como a Austrália, o fator logístico conta muito, e no Brasil seria a mesma coisa. Entre um concerto e outro, há uma janela de uma semana, o que dá tempo para rolar os ensaios com todos os artistas participantes para poder proporcionar uma performance de alta qualidade.

– Um evento semelhante que já passou pelo Brasil algumas vezes foi o projeto Video Games Live, que traz uma orquestra para interpretar os clássicos das trilhas sonoras de videogames e conta com um telão como parte da experiência audiovisual.

Para quem quiser saber mais informações sobre a turnê britânica da DWSS, é só conferir o site official, que tem todas as informações de como comprar os ingressos e outras informações importantes:
http://www.doctorwho.tv/events/doctor-who-symphonic-spectacular/

Confira mais imagens do espetáculo!

***

Crédito das imagens e vídeos: @vanessaisha

Para ver mais imagens, visite: https://www.flickr.com/photos/vanessaisha/sets/72157650549642541/

Para ver mais vídeos, visite: http://www.youtube.com/playlist?list=PL7zpWBXlL6hr0g54HGEb3iMBQjOyw9-kT

Thais Aux

Thais Aux é jornalista e tradutora. Começou a ver a série em 2011, quando criou este site! Doutor favorito: 10º. Companion favorita: Rose Tyler. Vilão favorito: Daleks!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*