Marco Polo, um dos arcos perdidos do 1º Doutor, foi recuperado!

dest_marcopolo

Bom dia/boa tarde/boa noite, pra você que sente falta dos Doutores que você ainda nem viu! Hoje pode ser um bom dia pra você.
Porque? Simples. Marco Polo, um arco há muito perdido, da época do 1º Doutor, foi encontrado e já está sendo restaurado.

Os episódios, até então, não tinha nenhum material em vídeo gravado, sobravam dele somente os trechos em áudio (o que rendeu alguns audiodramas com o tempo).
A parte mais legal dessa notícia é o “como” a parte em vídeo foi encontrada. O arco foi gravado por um fã com uma câmera 16mm diretamente da TV (isso lá em Mil novecentos e vovô-garoto, quando ainda passava na TV…). Mas pra você que acha que foi uma filmagem tosca, com câmera tremendo e gente passando na frente, engana-se. Apesar de gravados diretamente da TV, os episódios estão em qualidade muito boa segundo a própria BBC. O único possível problema é a falta de áudio nos episódios. Os áudios que tínhamos até agora tem leves buracos ao decorrer dos episódios, que se mostraram o real problema no processo de junção que parecia simples. Para contornar tal problema a BBC contratou atores com vozes parecidas para gravar os pedaços faltantes.

Contando com esse, é o terceiro arco recuperado esse ano, sendo os outros dois The Enemy of the World e The Web of Fear, ambos do 2º Doutor. Bom ano pra ser um whovian! 😀

O episódio foi mostrado de leve no documentário “An Adventure in Space and Time”, e foi transmitido originalmente entre 22 de fevereiro a 4 de abril de 1964.

A previsão de liberação de tal arco é para o mês que vem. Acha muito? pense que esse episódio está perdido há algumas décadas…então, o que é esperar mais um pouquinho, né? ;D

Freddy Pavão

Freddy Pavão é publicitário, nerd, gamer, podcaster e entusiasta da série clássica. Começou a ver Doctor Who em 2008. Doutor favorito: 7º. Companion favorita: Ace. Vilão favorito: Valeyard!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*