Entrevista de Jodie Whittaker no Sunday Times

Jodie Whittaker, 13ª Doutora, concedeu uma entrevista ao Sunday Times no último domingo e a gente conta pra tudo pra você!

Quanto ao contato com os fãs durante as gravações da série, Jodie disse:

As pessoas têm sido ótimas. Esses dias em Cardiff eu vi que um rapaz estava tomando coragem para falar comigo, e resolvi facilitar. “Tudo bem com você?”. Sei que ele ficou feliz. Estou tranquila com isso, as pessoas são adoráveis, mas sou muito reservada, o que é possível contanto que você faça algumas escolhas. Eu ainda ando de metrô, mas acho que vou começar a usar um chapéu.

Jodie durante as gravações de Doctor Who

Em relação a como sua vida mudou, ela revelou que:

Eu tenho sorte. Doctor Who me colocou em uma posição em que eu não preciso mais entrar em uma reunião e explicar o que eu já fiz até agora.

Segundo Jodie, seu Doutor favorito é David Tennant – mas só porque eles são amigos desde Broadchurch! “Ele foi maravilhoso, mas não há certo ou errado, não há regras”. A atriz revelou que sua família não assistia Doctor Who, e só começou a ouvir falar da série após a era moderna.

Quanto aos companions, ela disse que são dois homens e uma mulher, todos de idades diferentes. Ao ser perguntada sobre a chance de haver algum romance, ela disse que “são só algumas semanas de gravação, então ainda não sei a resposta para várias perguntas”.

Mais uma vez, Jodie disse para os fãs não terem medo do Doutor agora ser uma mulher:

É demais, seja como atriz, como mulher, como feminista, como ser humano, como alguém que está sempre se desafiando e não se contentando com o que dizem para eu fazer. Quero dizer aos fãs para não terem medo do meu gênero, pois é uma época muito emocionante, e Doctor Who representa tudo o que é interessante sobre mudanças. Os fãs já passaram por muitas delas, e essa é apenas mais uma, diferente, porém não é necessário terem medo.

Quando ela ainda estava fazendo os testes para ser a 13ª Doutora, havia um código com o seu marido para eles falarem sobre Doctor Who: Clooney! “ele é icônico. E a gente pensou, o que seria um nome icônico? Deu certo”.

Jodie é casada com o ator e roteirista americano Christian Contreras, e por isso eles passam muito tempo em Los Angeles. “Mas não a trabalho”, disse ela. “Quem trabalha é ele”.

Jodie Whittaker e o marido, Christian Contreras

Ela também disse que não costuma reclamar. “Se estou com raiva, as pessoas vão saber. Se eu estiver triste, vou chorar, e se estiver feliz, estarei feliz. Não sou de esconder o que sinto. Mas posso fazer isso no trabalho. Se precisam que eu seja algo que não sou, posso fazer isso”.

Sobre o apoio de sua família em sua carreira de atriz, Jodie disse que:

Fui criada em um lar onde você era celebrado pelo que podia fazer, e nunca precisava ter vergonha das coisas que estava lutando. Não fui criada com o pensamento de que eu precisava arranjar um emprego. Ninguém nunca me disse que o que eu queria fazer era ridículo ou não realista.

Ela ainda disse que não há ninguém na família dela que tenha se tornado ator. “Nossa família tinha apenas amor pelos filmes. Eu assisti Tubarão quando era pequena. Eu adorava as aventuras de Spielberg. Também assisti ao filme Quanto Mais Quente Melhor umas 500 vezes quando era pequena. Eu queria ser Jack Lemmon, eu adorava a jornada do personagem”. Para quem não sabe, o filme, que tem Marilyn Monroe no elenco, conta a história de dois músicos que se vestem de mulher para não serem pegos.

Ao ser perguntada se tinha intenção de ser roteirista ou diretora, Jodie disse: “Eu nunca quis ser escritora pois não quero ficar sozinha em uma sala. Não sei as respostas e não consigo enxergar tudo. Eu cresci jogando squash e hockey, pois não sei ficar parada. Gosto das relações entre atores e diretores. Doctor Who é muito colaborativo, é emocionante”.

Finalmente, sobre o fato dela manter distância das redes sociais, o que ela disse foi:

“Não quero saber o que as pessoas pensam sobre mim. Às vezes, quando estou empolgada, eu adoraria usar minha voz, mas sou muito argumentativa e diria algo ofensivo. Perdi muitas coisas boas. Quem quer uma Tardis cheia de sutiãs?“, disse ela, rindo, respondendo a uma das perguntas que surgiram nas redes quando a BBC anunciou sua entrada na série.

Que Doutorzona de atitude! A 11ª temporada estreia em outubro de 2018. Estão preparados? 🙂

Thais Aux

Thais Aux é jornalista, tradutora, social media e sonhadora. Começou a ver a série em 2011. Doutor favorito: Capaldão. Companion favorita: Rose Tyler. Vilão favorito: Daleks!

Um comentário em “Entrevista de Jodie Whittaker no Sunday Times

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*