DWBRcast 62 – As verdades por trás da verdade! Nosso review de The Lie of the Land!

Bom dia/Boa tarde/Boa noite pra você que quase regenerou nesse episódio!

Finalmente chegamos ao final do three-parter com The Lie of the Land! Junte-se à Freddy e Thais para comentar esse episódio que brincou com a nossa sanidade ao mostrar que a verdade é muito mais complexa do que a gente pensa! Discursos e atuações inesquecíveis, fake news, referências a 1984 e o fim da ameaça dos Monges! Bóra lá!

Links comentados no podcast!

Siga a gente pela internet!

Assine nosso feed!

Duração: 101 minutos
Tamanho: 81 mb
Download da .mp3

Lembre-se que sua opinião é o combustível que move o podcast, então mande seus comentários, teorias e sugestões para podcast@doctorwhobrasil.com.br 😉

Na semana que vem temos Mark Gatiss trazendo seu episódio da temporada com o retorno dos Ice Warriors, com The Empress of Mars! Não perca! 😀

Freddy Pavão

Freddy Pavão é publicitário, nerd, gamer, podcaster e entusiasta da série clássica. Começou a ver Doctor Who em 2008. Doutor favorito: 7º. Companion favorita: Ace. Vilão favorito: Valeyard!

10 comentários em “DWBRcast 62 – As verdades por trás da verdade! Nosso review de The Lie of the Land!

  • 05/06/2017 em 12:38 AM
    Permalink

    Por favor descutão comigo ! Foi bom mas …Poderia ser bem melhor ! Porque o jeito que episodio acontesse é muito sem noção ! Aquela mulher no comesso do episodio é descoberta por traição tão facilmente, enquanto o doutor consegue montar um grupo de contras bem dibacho do nariz dos monges ! Os monges tinhão tanta confisnça assim ? não suspeitarãm nem nada , não puseram nenhuma escuta na sala do doutor ou monge de guarda ! e tem a piramide invadida tão facilmente, apenas uns 3 monges ? Deveria estar cheio ! e são derrotadas numa minuscola sena de ação bem pobre ! e ai na sala do grande transmisor … Au invez de varios monges de guarda, tem apenas um, praticamente morto ! Para isso ser interesante deveria ser uma armadilha, conserteza ! Mas não, não é nada desafiador, tudo é resolvido simplismente com uma transmição de uma simples memoria e lembrança ! Enfim me desepcionei um pouco, mas não foi tão de todo horivel ! Por favor descutão comigo.

    Resposta
    • 05/06/2017 em 11:27 PM
      Permalink

      Vou respondeu apenas a um ponto do seu comentário, ao resto não vou opinar. Mas pelo que eu entendi no episódio, os monges fazem as pessoas pensarem que eles são muitos mas na verdade só tem 12 deles pelo planeta, então eles não podem estar em todos os lugares e mesmo os lugares mais importantes não podem ter muitos monges.

      Resposta
  • 05/06/2017 em 3:02 AM
    Permalink

    Eu esperava bem mais da conclusão, esse three-parter parece que foi ao estilo do episódio ”The Rings of Akhaten” (uma construção muito boa do início ao meio com momentos épicos e ameaças de larga escala, mas que no fim acabou servindo apenas para Companion’s moment) e ainda podemos comparar a versão imaginária da mãe da Bill com a folha e os ”dias não vividos” pela mãe da Clara…
    Os Monges que pareciam ser uma ameaça no nível Dalek (afinal eles estudaram toda a história da humanidade, calcularam o futuro e rodaram simulações varias vezes) na verdade conseguiram ser mais decepcionantes que o Silêncio…
    Bom, bola pra frente, pelo menos tivemos destaques de atuação.

    Resposta
    • 05/06/2017 em 12:51 PM
      Permalink

      Acho que esse episodio poderia ser como uma armadilha para o doutor e bill, sabe ? Eles achando que tudo esta sob controle, quando então são pegos pelas mumias monges !

      Resposta
  • 05/06/2017 em 8:17 AM
    Permalink

    o episódio em si foi muito bom, só teve um final ridículo, eu odeio quando a resposta é simplesmente: ‘o amor é mais poderoso que toda minha magia’

    Resposta
    • 05/06/2017 em 12:56 PM
      Permalink

      Voce ta gostando da temporada ? Ou acha que tudo esta perdendo a qualidade ? Tomara que troquem de doutor e produtor logo !

      Resposta
  • 05/06/2017 em 1:03 PM
    Permalink

    Acho que todos os episodios dessa temporada ta acabando de forma simples, por causa que essa deve ser a intenção do mofat e dos outros escritores ! Para trazer novos ares a riqueza da serie ! Mas NÃO ESTA DANDO CERTO !!! tudo a cada historia se resolvendo de um jeito simploriamente chato ! Que o final da temporada não seja assim, senão vai estragar a volta dos cybermans e do mestre .

    Resposta
  • Pingback: DWBRcast 63 - Alô alô, Marciano! Aqui é o review de The Empress of Mars! - Doctor Who Brasil

  • 15/06/2017 em 9:25 AM
    Permalink

    Toh me decepcionando cada vez mais com Doctor who, perdeu a magia… Tudo muito simples e chato, sei lá, Capald é legal Missy tbm, mas a série, os episódios mds da dor nos olhos, fico querendo que acabe logo, é igual ver 5h de senhores dos anéis, a gente quer que termine logo.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*