Biologia de um Time Lord: Regeneração

Por Valeyard

Olá, whovians, eu estou de volta!

http://25.media.tumblr.com/tumblr_lnd0hmKuRZ1qm00hqo1_500.gif

Essa semana eu começo uma série que prentendo manter semanalmente, a qual chamarei “A Biologia de um Time Lord”.

Pra ser mais específico, cada semana discutirei um aspecto diferente da biologia de um Time Lord, a começar hoje pela regeneração.

Cara, como eu amo as regenerações!

Aqueles que já são whovians de carteirinha sabem muito bem o que é uma regeneração, mas darei uma breve introdução para aqueles que não conhecem a série e eventualmente passem por esse artigo, numa tentativa de convertê-los lhês por a par do assunto.

Quando um Time Lord como o Doctor, por exemplo, chega à beira da morte, seja por idade avançada ou injúrias físicas severas, ele(a) pode se regenerar. Ou seja, toda a sua biologia, todas as células do seu corpo são transformadas, sendo que o Time Lord assume uma nova forma física e até mesmo novas características em sua personalidade.

O Time Lord mais foda de todos os tempos já passou por 10 regenerações, estando atualmente na sua 11ª forma.

http://www.gifsoup.com/webroot/animatedgifs4/1461457_o.gif

Mas quais são as explicações científicas para o processo de regeneração dos Time Lords?
No decorrer da história da série, em episódios e histórias paralelas como quadrinhos, por exemplo, eventualmente são oferecidas algumas explicações, algumas vezes contraditórias.
Algumas delas, retiradas do Tardis Index File (http://tardis.wikia.com/wiki/Regeneration)

  • Uma explicação diz que Rassilon criou o processo estudando um método de se regenerar tecidos doentes e em decomposição por meio de uma série de moléculas biogênicas auto replicativas. As células de um corpo Galifreyano seriam reparadas, realocadas e reorganizadas, o que resultaria em uma forma completamente nova. As células cerebrais também seriam rearranjadas, mesmo que a uma taxa inferior, sendo que a nova encarnação manteria memórias e personalidades das suas encarnações anteriores.  O objetivo de Rassion é que esse mecanismo fosse usado somente pela elite de Gallifrey e também impôs um limite de 12 ciclos regenerativos para evitar moléculas biogênicas degeneradas.
  • Outra teoria atribui a regeneração a um vírus nanomolecular que reconstrói o corpo em um processo parecido com as moléculas biogênicas auto replicantes.
  • Uma terceira teoria seria de que Time Lords possuiriam DNA de tripla hélice, sendo que a terceira hélice teria sido adicionada por Rassilon para tornar a regeneração possível.
  • Uma explicação parcial do processo o relacionou com a liberação de enormes quantidades de um hormônio conhecido como lindos em momentos de trauma extremo, sendo que o hormônio serviria como um desencadeador do processo de regeneração. Time Lords recentemente regenerados poderiam ser identificados pelo elevado nível de lindos em seus sistemas.
  • Foi também dito em certo momento que Time Lords “pacotes” de energia regenerativa em seus corpos, um para cada vida. Esses pacotes poderiam ser fisicamente removidos do corpo de um Time Lord, possibilitando que fossem roubados.
  • Recentemente em “Lets Kill Hitler” foi dito que a exposição dos Time Lords ao Untempered Schism, ao longo de bilhões de anos, os tornou capazes de se regenerarem.

 

Bom, essas são as teorias comumente conhecidas, agora é o momento de dar os meus pitacos e idéias. Lembrem-se, nada do que vier em seguida é oficial, sendo que tudo saiu da minha mente problemática.

http://25.media.tumblr.com/tumblr_lnm3ldCT7S1qm00hqo1_500.gif

Todas as características de um ser vivo são resultado da intereação gene/ambiente. Algumas são mais fortemente determinadas pela genética e outras mais fortemente determinadas pelo ambiente, mas basicamente é isso.
Quando um Time Lord se regenera todas suas características físicas e mesmo psicológicas se alteram, sendo que o Time Lord pode até mesmo mudar de sexo, como dito pelo próprio Doctor em certas ocasiões.
Não se conhece muito sobre o DNA dos Time Lords, mas considerando que suas características sejam parecidas com as características do nosso DNA, as replicações são bastante precisas. Uma dupla fita de DNA é aberta por meios enzimáticos durante a replicação e cada uma das fitas é usada de molde para a construção de outra fita, sendo que no final possuimos 2 duplas fitas de DNA e a célula então se divide, cada uma carregando uma das dupla fitas.

Para que um Time Lord mude de aparência física, todas as células do seu corpo precisariam alterar sua informação genética. Isso seria possível se simultaneamente todas as células entrassem em processo de divisão celular e a replicação do DNA perdesse a sua fidelidade, mudando as informações nelas contidas numa escala gigantesca.
Por que a replicação deveria deixar de ser fiel? Se ela se mantivesse como tal, o novo corpo seria exatamente o mesmo do antigo.

Por outro lado, o nosso DNA possui muitos sítios que são extremamente importantes para o correto funcionamento do nosso organismo, sendo que esses pontos não poderiam ser alterados de maneira alguma. Como um exemplo, não pode haver alteração na informação que codifica as enzimas relacionadas à replicação do DNA. Se a informação se alterasse, as enzimas se alterariam e a replicação não aconteceria.

Então concluimos que todas as células deveriam se replicar simultaneamente, de uma maneira infiel para certas características, como cor do cabelo, por exemplo,  mas fiel para outras, como as enzimas relacionadas ao correto  funcionamento da célula, por exemplo.

O problema agora é como desencadear uma divisão celular em massa no organismo inteiro.
Nesse ponto, eu gosto da idéia do hormônio lindos. Um hormônio como esse poderia ser liberado em momentos de extresse fisiológico e desencadear o processo de divisão simultanea, mas o gene que codifica esse hormônio deveria ser replicado fielmente.
Outro problema agora seria como fazer com que a replicação seja imprecisa para certos pontos do DNA e precisa para outros pontos.
Uma idéia minha para esse problema seria a existência de uma enzima que interfira parcialmente na replicação do DNA, possibilitando mutações somente nos pontos que podem ser alterados. A informação para essa mesma enzima não poderia ser alterada.

Resumindo, em um momento de extresse, o organismo liberaria grandes quantidades do hormônio lindos, desencadeando um processo de divisão celular em massa no organismo. No momento em que as células que estão se dividindo replicarem seu DNA, a enzima hipotética que chamarei de “Gal1” interferiria criando mutações extensivas em certos pontos do DNA, alterando as características físicas do Time Lord.

Após todas as divisões, o Time Lord possuiria células com metade do material genético antigo e metade do material genético novo, precisando passar novamente por outro ciclo de divisões celulares, mas dessa vez sem a interferência da enzima Gal1. AO final do novo ciclo, o Time Lord possuiria células somente com o DNA antigo e células somente com o DNA novo. Nesse momento, as células com o DNA antigo entrariam em processo de apoptose (morte celular programada), e somente as células com novas informações se manteriam. As células com material genético antigo e/ou danificadas morreriam.

Eis que o Time Lord possui um novo corpo!

http://files.hiscifi.com/images/matt-smith-doctor-who-2.gif

Ogora, o que poderia impossibilitar uma regeneração?
Qualquer substância que interfira nesses ciclos de divisões e replicações infiéis que são enzimatica e hormonalmente regulados, poderia impedir que o Time Lord se regenerasse.
Do mesmo modo, se esse ciclo for interrompido (como o Doctor levando um tiro do astronauta) não poderia haver uma segunda onda do hormônio lindos e o ciclo se quebraria no meio e todas as células morreriam.

http://28.media.tumblr.com/tumblr_lmdk6ugv2N1qkmo81o1_400.gif

Logicamente isso tudo foi o que meu cérebro limitado de humano conseguiu pensar, além do mais, há muitos outros pontos sobre regeneração a serem discutidos mais pra frente.
Pra que realmente existisse uma raça capaz de se regenerar, o processo deveria ser muuuuuuito mais complexo que isso, mas acho que é uma boa aproximação.hehe

Mas eu falei demais. E vocês, o que acham? Idéias a acrescentar, idéias a tirar?
Deixem seus comentários abaixo.

Beijos e abraços a todos e… Allons-y!

http://gifninja.com/animatedgifs/416/allons-y.gif

11 comentários em “Biologia de um Time Lord: Regeneração

  • 25/09/2011 em 12:21 AM
    Permalink

    A pergunta que paira no ar é: será que a genética de um timelord realmente funcionaria como a humana? O fato deles terem dois corações interfere em algo? Mas gostei do artigo! =)

    Resposta
  • 25/09/2011 em 10:18 AM
    Permalink

    ADOREI o artigo! É muito interessante descobrir essas informações (até porque a gente não pára muito pra pensar) por trás da série. Principalmente a regeneração, que é uma das coisas mais importantes na série, né.
    Parabéns pelo site, tá cada dia melhor!
    (Uma dica: Vocês podia fazer um link “leia mais” em cada post, pra não ficar muito grande! :D)

    Resposta
  • 25/09/2011 em 10:21 PM
    Permalink

    Pessoalmente eu acho que acontece o seguinte: A energia contida no Untempered Schism era radioativa e alterou geneticamente uma raça já desenvolvida com sistema circulatório binário, desenvolvendo neles a capacidade de regeneração e maior capacidade mental (o doctor vive falando nessa super-mente-time-lord). Como essas características eram positivas para a espécie, foram mantidas através das gerações. Inclusive se levado em conta que River/Melody tem DNA Time Lord porque foi concebida na TARDIS, essa teoria tem sentido, mas sei lá, pode ser só minha cabeça…

    Ótimo artigo, adoro esse tema!

    Resposta
  • 30/09/2011 em 11:54 AM
    Permalink

    Um fato interessante é que toda a dor que o Doctor e o Master sentiram em suas regenerações é pelo fato de que cada uma das células do corpo deles se desmancharam ao serem criadas novas células.
    E a personalidade no começo é a mesma da incarnação anterior, pois o cérebro é o último a mudar, mas depois há um período de insanidade (acima do normal), como dá pra ver nos espasmos e batidas na própria cabeça que o 11th dá em Eleventh Hour, ou no Master correndo e berrando mais do que seria normal na incarnação recém-surgida, em Utopia. Essa insanidade acontece porque o cérebro está sendo refeito. No caso do Master, a personalidade anterior não aparece no começo da nova incarnação porque ele acaba caindo inconsciente durante esse período (provavelmente não aguentou a dor – a série deixa no ar a ideia de que ele é um covarde e, no fundo, bastante fraco).

    Anyway, pelo post, falar das regenerações é algo divertido.

    Resposta
    • 30/09/2011 em 11:55 AM
      Permalink

      Errata: Eu quis dizer Belo* post no final. Escrever às pressas antes de ir pro trabalho faz coisas…

      Resposta
  • Pingback: Domingueiras « Pensamentos de Uma Batata Transgênica

    • 25/09/2012 em 9:19 PM
      Permalink

      o segundo? O segundo é da série antiga, você quer dizer o décimo né?

      Resposta
  • 10/11/2012 em 11:54 PM
    Permalink

    “Recentemente em “Lets Kill Hitler” foi dito que a exposição dos Time Lords ao Untempered Schism, ao longo de bilhões de anos, os tornou capazes de se regenerarem.”

    Para ser sincera eu desconsidero qualquer informação mostrada na “Era Moffat” já que ele, a cada novo episódio parece desconsiderar completamente a existencia de todos os anos anteriores de DW !

    Mais gostei do tema, genética sempre me fascinou e imaginar como a dos Senhores do Tempo funcionam não foi diferente ^_^

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*